Notícias


Federação estima que 1,5 milhão de seguranças estejam na clandestinidade

11/10/2012

Informalidade será um dos pontos debatidos em congresso de segurança privada que irá acontecer nesta quinta-feira (11) em Curitiba


Os novos rumos e as tendências da segurança privada em países da América do Sul e da América Central serão discutidos em um congresso nesta quinta-feira (11) em Curitiba. Entre os temas está o desafio do setor em resolver a questão da informalidade. Segundo a Federação Nacional das Empresas de Segurança e Transporte de Valores (Fenavist), para cada agente privado trabalhando regularmente, há três informais. ?Este é um grande desafio, não somente no Brasil, mas nas Américas como um todo?, avalia o vice-presidente da Fenavist, Victor Saeta de Aguiar.

De acordo com a Fenavist, o Brasil tem em atividade cerca de 500 mil agentes privados trabalhando na formalidade. Mais de 1,5 milhão de seguranças estariam trabalhando clandestinamente, segundo a federação. A preocupação das entidades que representam o setor diz respeito, principalmente, à falta de treinamento e de formação específica dos agentes que atuam fora da formalidade.

Para trabalhar regularmente, os seguranças precisam ser cadastrados pela Polícia Federal (PF) e atuar em empresas que também são certificadas pela PF. Segundo a Fenavist, são cerca de 1,5 mil empresas do setor em atuação no Brasil.

O congresso

O X Congresso Internacional de Segurança Privada será realizado na quinta-feira (11), na ExpoUnimed, localizada no bairro Campo Comprido, em Curitiba. O evento é liderado pela Federação Panamericana de Segurança Privada (Fepasep), representada pela Fenavist.

Ao longo do encontro, serão discutidos temas como a atuação da PF na segurança privada; os ?crimes invisíveis? [aqueles que o cidadão só percebe quando o delito já ocorreu]; a segurança privada em países da América Latina e a Copa do Mundo de 2014.

 
Fonte: Gazeta do Povo Online/Curitiba




Notícias Anteriores


Fevasc convida para manifestações referente ao dia 25 de Novembro, Dia da Não Violência Contra a Mulher!
Feriados trabalhados na jornada 12x36 são remunerados em dobro
TST decide que multa do FGTS de terceirizados demitidos é integral
Emprego formal gera 150 mil postos em setembro
Empregada demitida após depor contra própria empresa recebe indenização
Participantes de audiência na CDH rejeitam projeto que altera mandato sindical
Turma reconhece dano moral em transporte de valores
Novo Termo de Rescisão será obrigatório em 15 dias
11ª. CONFERENCIA NACIONAL DOS VIGILANTES /2012
Ladrões usam serra para arrombar caixa eletrônico em Florianópolis

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37