Notícias


Informe FEVASC

25/01/2017





 

A Fevasc informa que até o momento foram feitas duas rodadas de negociação salarial. Na primeira rodada, não teve proposta por parte do Sindicato Patronal a respeito da Pauta apresentada pelos Sindicatos. Pauta esta, elaborada em assembleia com a participação dos trabalhadores.

Ontem dia 24/01 tivemos a segunda rodada de negociação da vigilância e novamente não teve acordo entre as partes, uma vez que os Sindicatos Vigilantes não aceitam nenhuma proposta que não contemple ganho real para a categoria.

Após a rodada de negociação do dia de ontem (24/01), pessoas que não são da categoria e de má fé publicaram inverdades, querendo manchar a imagem dos Sindicatos. Não basta a crise econômica que tanto tem dificultado nossas negociações, agora também a calunia e difamação em cima das Entidades Sindicais, que tomarão as devidas sanções Judiciais a respeito das publicações mentirosas e caluniosas.

Nenhuma Entidade Sindical tem poder para aprovar qualquer que seja a proposta patronal, sem o aval da categoria; por isso trabalhador não se deixe enganar por aqueles que querem enfraquecer a categoria a desunindo, numa época em que o que mais se precisa é de união e força para avançarmos. Junte forças ao Sindicato de sua região ajudando e contribuindo com as negociações.

Não se engane, quando você critica sua Entidade Sindical é ao patrão que você ajuda!

Teremos a próxima rodada de negociação para o dia 31/01 (terça-feira) e nossa luta é para que os trabalhadores ganhem o que lhe é de direito:

Salário justo e melhores condições de trabalho!

Faça parte desta luta! Apoie seu Sindicato!




Notícias Anteriores


Ministério Público do trabalho dá prazo de 30 dias para SICOOB contratar vigilantes ou ter segurança instalada em conformidade com a Lei 7.102/93
Paralização Nacional
Diretores da Fevasc participam da Paralização Nacional
Reajuste salarial dos Trabalhadores Vigilantes foi definido após negociação difícil
Informes da Negociação dos (as) trabalhadores (as) Vigilantes
Mulher sinonimo de força, luta e garra: Viva dia 8 de Março!
Por intransigência dos patrões, 5ª Rodada de negociações da CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO (CCT) termina sem acordo
Negociação salarial Vigilantes: Tentativa de Conciliação
Informações sobre a CCT 2017 – ASSEIO E CONSERVAÇÃO
Informe-se

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37