Notícias


RAIS: Brasil gerou mais de 2,2 milhões de empregos com carteira assinada

18/09/2012

Dados da RAIS 2011constata terceira maior geração de empregos da série histórica e aumento do rendimento médio dos trabalhadores


O Brasil gerou 2.242.276 empregos formais em 2011, alta de 5,09% em relação ao estoque de trabalhadores formais de 2010, segundo dados da Relação Anual de Informações Sociais (RAIS), divulgados nesta terça-feira pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Foi a terceira maior geração de empregos de toda a série histórica iniciada em 1985, sendo menor apenas que os saldos ocorridos em 2010, quando foram criados 2,861 milhões; e em 2007, com 2,452 milhões de postos de trabalho.

Os dados por tipo de vínculo (celetistas e estatutários) revelam que a dinâmica do mercado de trabalho em 2011 foi proporcionada, particularmente, pelo desempenho do emprego celetista, que cresceu 5,96%, correspondendo à criação de 2,116 milhões de empregos, contra uma elevação modesta de 1,47%, ou +126,3 mil vínculos empregatícios no segmento estatutário. Dessa forma o número de vínculos empregatícios formais ativos em dezembro de 2011 atingiu 46,311 milhões, ante 44,068 milhões do ano anterior. Somando os inativos (desligados), o montante chegou a 70,971 milhões de vínculos, o que representa um aumento de 6,33% quando comparados ao resultado de 2010, ocasião em que foram registrados 66,747 milhões de empregos.

Puxado pelo fortalecimento da demanda interna, a RAIS 2011mostra que houve crescimento generalizado nos setores da economia. Dentre os que mais contribuíram para a geração de empregos formais estão o de Serviços, com 1.027,4 mil vagas; seguido do Comércio, 460,4 mil; Construção Civil, 241,3 mil; Indústria de Transformação, com 228,1 mil e Administração Pública, com 180,2 mil postos de trabalho gerados..

Em relação aos rendimentos médios dos trabalhadores formais houve aumento real de 2,93%, percentual superior ao verificado no ano anterior, de 2,57%, passando de R$ 1.847,92, em dezembro de 2010, para R$ 1.902,13, em dezembro de 2011.

Em 2011, 7,885 milhões de estabelecimentos declararam a RAIS, dos quais 4,295 milhões correspondiam a estabelecimentos sem vínculos empregatícios, e 3,591 milhões com vínculos. Foi registrado crescimento de 3,52% no total de estabelecimentos, percentual superior ao ocorrido em 2010, com 2,47%.

RAIS – A Relação Anual de Informações Sociais é um Registro Administrativo criado pelo Decreto nº 76.900/75, com declaração anual e obrigatória a todos os estabelecimentos existentes no território nacional. As informações captadas sobre o mercado de trabalho formal referem-se aos empregados celetistas, estatutários, avulsos e temporários, dentre outros, segundo remuneração, grau de instrução, ocupação, nacionalidade. Já os dados dos estabelecimentos são relativos à atividade econômica e área geográfica.

Veja os dados: http://portal.mte.gov.br/portal-mte/rais/

 

Assessoria de Comunicação Social - MTE

(61) 2031-6537/2430 acs@mte.gov.br




Notícias Anteriores


Mais de 2,5 mil caixas eletrônicos são destruídos pelo Brasil em três anos
RAIS: Brasil gerou mais de 2,2 milhões de empregos com carteira assinada
Programas de combate à violência contra a mulher devem ser institucionalizados em estados e municípios
Súmula do TST regula jornada especial de 12x36
TST aprova súmula sobre novo aviso prévio
Juízes de SC são os que mais informaram INSS sobre condenações por acidente de trabalho
Eleições: Pela 1ª vez, candidaturas femininas superam percentual definido em lei
secretário de Relações do Trabalho comenta igualdade de gênero
SEMINÁRIO Trabalho Infantil, Aprendizagem e Justiça do Trabalho
Movimento sindical de Santa Catarina coleta assinaturas pelo Piso Estadual

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36