Notícias


Sindvig Fpolis consegue Liminar que proíbe contratação de Controlador de acesso.

28/09/2016


O Sindvig Fpolis, através de seu Presidente Luiz Carlos da Silva e sua diretoria em conjunto com a Assessoria Jurídica do Dr. Leonardo Ávila, verdadeiros representantes e defensores dos vigilantes de Florianópolis, ingressa com Ação Judicial contra o Sindicato Patronal e Grupo Orsegups por burlarem à legislação trabalhista e afronta a irredutibilidade salarial dos vigilantes ao substitui-los por controladores de acesso com salários e demais direitos bem abaixo dos valores conquistado pelos Sindvig Fpolis aos vigilantes.

Na data de hoje, 15 de setembro de 2016, o Sindvig Fpolis conseguiu Liminar contra as empresas integrantes do Sindicato Patronal e Orsegups para se absterem de contratar controladores de acesso sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 (mil reais) por trabalhador e por empresa, descisão esta prolatada pelo Juiz da 2º Vara do Trabalho de Florianópolis  Dr. Valter Tulio Amado Ribeiro.

Veja abaixo trechos da Liminar:

PODER JUDICIÁRIO

JUSTIÇA DO TRABALHO

TRIBUNAL REGIONAL DO TRABALHO DA 12ª REGIÃO

2ª VARA DO TRABALHO DE FLORIANÓPOLIS

RTOrd 0001449-34.2016.5.12.0014

RECLAMANTE: SINDICATO DOS EMPREGADOS EM EMPRESAS DE VIG

E SEGUR PRIVADA PRESTADORA DE SERV NO MUNICIPIO DE

FLORIANOPOLIS SC

RECLAMADO: SIND DAS EMPR DE SEG PRIVADA DO EST SC,

ORSEGUPS - ORGANIZACAO DE SERVICOS DE SEGURANCA

PRINCESA DA SERRA LTDA

D E C I S Ã O

Visto etc.

A Entidade sindical requerente informa que empresas de vigilância

patrimonial e segurança integrantes do Sindicato Requerido, especialmente a ORSEGUPS,

vêm dispensando diversos de seus empregados vigilantes e porteiros objetivando, assim, sua posterior substituição por novos contratados sob o cargo de controlador de acesso - sendo que estes últimos, na prática, desempenham rigorosamente o mesmo feixe de atribuições do

Obreiros dispensados, com uma única diferença: perceber remuneração substancialmente inferior. Documentos foram juntados. Requer em tutela de urgência que a ORSEGUPS e empresas de vigilância patrimonial e segurança associadas ao Sindicato patronal seja impedidas de admitir controladores de acesso até que seja proferida decisão de mérito no presente feito.

 

Sendo assim, diante do exposto, determina-se que a empresas integrantes do Sindicato Requerido e a ORSEGUPS abstenham-se de contratar empregados controladores de acesso sob pena de multa diária de R$ 1.000,00 por contratado e por empresa.

 

Intime-se o Requerente.

Cite-se o Requerido por Oficial de Justiça dando ciência da presente decisão.

 

VÁLTER TÚLIO AMADO RIBEIRO

Juiz do Trabalho

Em 15 de Setembro de 2016.




Notícias Anteriores


Sinvac Blumenau consegue LIMINAR favoravel que proíbe a contratação de Controladores de Acesso.
O Sindvig Fpolis promoveu palestra sobre o Outubro Rosa neste dia 07 de Outubro às 19 horas na sede do Sindicato.
Sindvig Fpolis consegue Liminar que proíbe contratação de Controlador de acesso.
A Plenária da Fevasc deste ano de 2016 aconteceu na cidade de São José nos dias 01 e 02 de Setembro no auditório do Golden Hotel.
Sinvac Lages consegue liminar que proibe a contratação de controlador de acesso
Vigilante receberá horas extras por curso de reciclagem feito nos dias de folga
Somos Contra
Ato Unificado
Eleita nova diretoria do Seeac Chapecó
Queda de 6,1% no setor de serviços é a maior para maio desde 2012

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36