Notícias


Queda de 6,1% no setor de serviços é a maior para maio desde 2012

13/07/2016


Em maio, o volume do setor de serviços do país recuou 6,1% frente ao mesmo período do ano anterior - a maior queda da série histórica, iniciada em 2012, para o mês. Já na comparação com abril, a baixa foi menor, de 0,1%, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou nesta quarta-feira (13). No ano, o setor acumula queda de 5,1% e, em 12 meses, de 4,8%.

 

Na comparação anual, o que mais influenciou a taxa geral do setor de serviços foram os transportes, que mostraram queda de 9,1%, puxada, principalmente, pelos desempenhos do transporte aéreo (-15,1%) e do terrestre (-10,5%). Sobre abril, o avanço foi de 0,5%.

 

Também pesou o comportamento de serviços profissionais, administrativos e complementares. Sobre 2015, a retração foi de 7,8% e na comparação de maio contra abril deste ano, houve alta de 0,7% em maio.

 

Os serviços prestados às famílias recuaram 7% e frente a abril, houve estabilidade. Também foi registrada forte queda nas atividades turísticas, de 8,9%, que também são analisadas pela pesquisa. Na comparação com abril de 2016, houve crescimento de 0,4%.

 

Segundo Roberto Saldanha, analista de serviços e comércio do IBGE, no mês, a "ligeira retração [de -0,1], praticamente acompanhou o crescimento do setor industrial, que também ficou estável em relação a abril. Isso mostra como o setor de serviços depende do desempenho do setor industrial".

 

Fonte: G1




Notícias Anteriores


Ministério Público do trabalho dá prazo de 30 dias para SICOOB contratar vigilantes ou ter segurança instalada em conformidade com a Lei 7.102/93
Paralização Nacional
Diretores da Fevasc participam da Paralização Nacional
Reajuste salarial dos Trabalhadores Vigilantes foi definido após negociação difícil
Informes da Negociação dos (as) trabalhadores (as) Vigilantes
Mulher sinonimo de força, luta e garra: Viva dia 8 de Março!
Por intransigência dos patrões, 5ª Rodada de negociações da CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO (CCT) termina sem acordo
Negociação salarial Vigilantes: Tentativa de Conciliação
Informações sobre a CCT 2017 – ASSEIO E CONSERVAÇÃO
Informe-se

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38