Notícias


TST aprova súmula sobre novo aviso prévio

17/09/2012





Alvo de muita discussão e milhares de ações ajuizadas na Justiça, o aviso prévio proporcional ao tempo de serviço vale para os empregados demitidos após a entrada em vigor da Lei nº 12.506, de 13 de outubro de 2011. Esta é a interpretação do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que foi consolidada em uma súmula, aprovada sexta-feira. “A norma não é retroativa”, afirmou o presidente da Corte, ministro João Oreste Dalazen. A nova lei determina que o empregado demitido sem justa causa receba, além dos 30 dias de aviso prévio, mais três dias por ano trabalhado na mesma empresa, podendo chegar ao máximo de 90 dias. Com o respaldo de sindicatos, milhares de trabalhadores demitidos antes de 13 de outubro de 2011, entraram com ação na Justiça para pleitear o direito. Na maioria dos casos, porém, o Judiciário negou o pedido.




Notícias Anteriores


PF em greve protesta em Brasília e confirma trabalho nas eleições domingo
Especialistas debatem: classe média ou nova classe trabalhadora?
Banco Central é multado por vetar vigilantes com o nome sujo
Outubro Rosa 2012
Justiça do Trabalho condena empresas por dispensa discriminatória
Inspetora do Metrô consegue escala especial para proteção à mulher
Rais revela redução do trabalho infantil
Direitos no trabalho são indispensáveis para a recuperação econômica
Cresce 10,3% o número de trabalhadores que contribuem para previdência
MTE divulga novo Termo de Rescisão de Contrato de Trabalho

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38