Notícias


Concluída votação da regulamentação da terceirização; texto segue para o Senado Federal

24/04/2015






PL 4330/04
 – Regulamentação da terceirização.

· Concluída a votação da matéria com a aprovação dos destaques. Após elaboração da redação final, a matéria vai ao Senado Federal.

·   No Senado Federal, o PL 4330/2004 poderá ser apensado ao PLS 87/2010, que também trata sobre terceirização, e ser submetido para análise nas comissões de Constituição e Justiça (CCJ) e de Assuntos Sociais (CAS) e, por fim, discussão e votação no plenário do Senado.

 

Confira histórico da votação da regulamentação da terceirização – PL 4330/2004

 

08/04/2015 – votação do texto base

· Aprovada a subemenda substitutiva global do relator, deputado Arthur Oliveira Maia (SD-BA), obtendo 324 votos favoráveis, 137 contrários e duas abstenções (veja como votou os parlamentares por Estado e/ouPartido).

 

14/04/2015 – votação de destaques

Proibição da aplicação para a administração indireta

·   Aprovada destaque da bancada do PSDB para suprimir a expressão da “administração indireta”, com 360 votos favoráveis, 47 contrários e quatro abstenções (veja como votou os parlamentares por Estado e/ouPartido).

 

22/04/2015 – continuação da votação de destaques

Ampliação da terceirização, responsabilidade solidária etc.

·   Emenda Aglutinativa 15, objeto de destaque da bancada do SD, que amplia a terceirização para associações, sociedades, fundações e empresas individuais; Aplica-se subsidiariamente ao contrato entre a contratante e a contratada o disposto no Código Civil, instituído pela Lei nº 10.406, de 10 de janeiro de 2002; reduz o prazo de quarentena de 24 para 12 meses (pejotização); inclui a responsabilidade solidária etc., tendo 230 votos favoráveis, 203 contrário e quatro abstenções (veja como votou os parlamentares porEstado e/ou Partido);

Estende para a administração direta e indireta

·  Emenda Aglutinativa 18, objeto de destaque da bancada do PSDB, que prevê que “os direitos previstos nesta lei serão imediatamente estendidos aos terceirizados da Administração direta e indireta”, tendo 257 votos favoráveis, 38 contrário e 33 abstenções (veja como votou os parlamentares por Estado e/ou Partido);

Exclui os guardas portuários

·    Emenda 46, objeto de destaque da bancada do PTB, para votação da expressão “As guardas portuárias vinculadas às administrações porturárias”, em votação simbólica, sem registro nominal de votação;

Inclui o trabalhador deficiente

·  Emenda 65, objeto de destaque da bancada do PSDB, para garantir o cumprimento das “quotas para trabalhadores deficientes pela empresa contratante em seus contratos de terceirização, considerando o somatório de seus empregados contratados e terceirizados”, em votação simbólica, sem registro nominal de votação.

 




Notícias Anteriores


Nota de pesar pelo falecimento do Vigilante Eder James Correa da Silveira
Encerramento dos contratos da Empresa INVIOSAT
Os vigilantes de SC aprovaram durante assembleias realizadas, indicativo de ESTADO DE GREVE da categoria.
Após seis rodadas de negociação SC conquista reajuste acima da inflação para trabalhadores de Asseio e Conservação.
Feliz Natal e Próspero ano novo é o que deseja a FEVASC e seus Sindicatos Filiados!
Mais uma vitória na defesa e garantia dos direitos dos trabalhadores terceirizados - A Federação, com o objetivo de resguardar o interesse de trabalhadores de várias cidades do Estado de Santa Catarina, obteve liminar favorável para bloquear valores
Vânio dos Santos assume a Superintendência Regional do Trabalho de Santa Catarina
Plenária Estadual Fevasc - Maravilha SC
Faça parte! Conhecimento e informação podem salvar vidas!
PL 4330/2004 da Terceirização

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38