Notícias


Salário mínimo deveria ser de R$ 2,5 mil, diz Dieese

10/09/2012


O salário mínimo do trabalhador no País deveria ter sido de R$ 2.589,78 em agosto. É o que constata a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, divulgada pelo Dieese.

Com base no maior valor apurado para a cesta no período, que é de R$ 308,27, em Porto Alegre, e levando em consideração o preceito constitucional pelo qual o salário deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência, o Dieese calculou que o salário deveria ter sido 4,16 vezes maior do que o piso vigente no Brasil, que é de R$ 622,00.

De acordo com o Dieese, para comprar a cesta básica em agosto, o brasileiro trabalhou em média 95 horas e 3 minutos, contra 92 horas e 48 minutos em julho. Em agosto de 2011, a jornada de trabalho exigida para a compra dos mesmos itens foi de 94 horas e 38 minutos.

Mais informações:
www.dieese.org.br




Notícias Anteriores


RAIS: Brasil gerou mais de 2,2 milhões de empregos com carteira assinada
Programas de combate à violência contra a mulher devem ser institucionalizados em estados e municípios
Súmula do TST regula jornada especial de 12x36
TST aprova súmula sobre novo aviso prévio
Juízes de SC são os que mais informaram INSS sobre condenações por acidente de trabalho
Eleições: Pela 1ª vez, candidaturas femininas superam percentual definido em lei
secretário de Relações do Trabalho comenta igualdade de gênero
SEMINÁRIO Trabalho Infantil, Aprendizagem e Justiça do Trabalho
Movimento sindical de Santa Catarina coleta assinaturas pelo Piso Estadual
FEVASC participa de discussão sobre o reajuste do Piso Salarial Estadual

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38