Notícias


Salário mínimo deveria ser de R$ 2,5 mil, diz Dieese

10/09/2012


O salário mínimo do trabalhador no País deveria ter sido de R$ 2.589,78 em agosto. É o que constata a Pesquisa Nacional da Cesta Básica, divulgada pelo Dieese.

Com base no maior valor apurado para a cesta no período, que é de R$ 308,27, em Porto Alegre, e levando em consideração o preceito constitucional pelo qual o salário deve ser suficiente para garantir as despesas familiares com alimentação, moradia, saúde, transportes, educação, vestuário, higiene, lazer e previdência, o Dieese calculou que o salário deveria ter sido 4,16 vezes maior do que o piso vigente no Brasil, que é de R$ 622,00.

De acordo com o Dieese, para comprar a cesta básica em agosto, o brasileiro trabalhou em média 95 horas e 3 minutos, contra 92 horas e 48 minutos em julho. Em agosto de 2011, a jornada de trabalho exigida para a compra dos mesmos itens foi de 94 horas e 38 minutos.

Mais informações:
www.dieese.org.br




Notícias Anteriores


Responsabilidade trabalhista em contratos de terceirização de serviços
Empresas devem garantir folgas para quem trabalhar nas eleições
Brasil lidera mercado de segurança privada das Américas
Bancos privados e BB retomam trabalho; na Caixa, greve continua
Mulheres eram a maioria dos desempregados no país em 2011
Governo estuda flexibilizar leis trabalhistas
Plenária Estadual Fevasc 2012
Centrais apresentam propostas para combater a alta rotatividade do mercado de trabalho
Fevasc apoia a luta dos bancários por reajuste decente, ampliação das conquistas e mais segurança nos bancos.
Mais de 2,5 mil caixas eletrônicos são destruídos pelo Brasil em três anos

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38