Notícias


Atraso frequente nos salários rende indenização por danos morais

12/09/2014


Um vigilante da Fortesul Serviços Especiais de Vigilância e Segurança Ltda ganhará R$ 5 mil de indenização por danos morais por ter recebido seus salários com atraso quando trabalhou para a empresa. A decisão é da Terceira Turma do Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região (GO), que manteve sentença de primeiro grau.

Inconformada com a decisão, a empresa recorreu e argumentou que não houve prova dos danos morais alegados pelo obreiro. Os contracheques apresentados pelo trabalhador, no entanto, comprovaram que a empresa efetuava o pagamento dos salários com atrasos frequentes.

De acordo com o relator do processo, desembargador Elvecio Moura, que acatou os fundamentos da sentença, a mora salarial contumaz provoca transtornos ao empregado causando-lhe angústia e sofrimento. Segundo o magistrado, comprovada a mora salarial, “presume-se a perda da capacidade de o trabalhador honrar seus compromissos”.

Assim, ao reconhecer a “gravidade” do comportamento contumaz da empresa, a Terceira Turma negou provimento ao recurso da empresa, mantendo a decisão de primeiro grau.

Processo: RO – 0010632-812013.5.18.0009

Fonte: TRT-18




Notícias Anteriores


Feliz Natal e próspero Ano Novo!
Denuncie e diga não à violência contra a mulher
Novembro azul para conscientizar os homens
CHAPA 1 vence Eleições do Sinvac Blumenau.
Posse Festiva da nova diretoria do Sindicato dos e Empregados em empresas de vigilância e segurança privada de Tubarão e Região
NOTA DE ALERTA E SOLIDARIEDADE
FEVASC apoia movimento Outubro Rosa
Atraso frequente nos salários rende indenização por danos morais
Trabalho de vigia não se confunde com a função de vigilante
Fixada indenização de R$ 600 mil por morte de vigilante

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38