Notícias


Fevasc da apoio político aos trabalhadores telefônicos da RM Telecon em greve.

11/06/2014





A direção do Sinttel-SC considera boa a adesão dos trabalhadores telefônicos da RM Telecom, em Santa Catarina, na greve que se iniciou logo nas primeiras horas desta segunda-feira (9).

O movimento é nacional, aprovado nas assembleias feitas com os empregados, na semana que passou, com ampla participação de toda a Categoria.

  A informação que chega da Fenattel é que a greve pelo País ganha corpo e já pode ser considerada vitoriosa pelos trabalhadores.

A greve é por tempo indeterminado. Até este presente momento (11h30min), os negociadores da RM Telecom não se manifestaram. Os dirigentes sindicais e os trabalhadores, permanecem abertos ao reinício das negociações para sejam apresentadas propostas mais decentes e que possam ser avaliadas pelos seus empregados.

Desta forma, a greve continua! Estaremos atualizando dados, tão logo haja alguma informação adicional relevante.

 

São Reinvindicações:

 

Queremos o imediato pagamento da PPR 2013 porque NÃO ACEITAREMOS MAIS CALOTES, nem dessa, nem de nenhuma outra empresa do Setor.

FIM DAS PUNIÇÕES ABUSIVAS e dos comunicados do tipo; "você não precisa ser operado" ou "faltar no dia em que parente morreu para que? já morreu mesmo".

FIM do regime de trabalho sem folgas, sem domingo nenhum no mês e sem pagamento correto das Horas Extras.

A RM Telecom VAI TER SIM QUE UNIFICAR A DATA-BASE NACIONAL e realizar negociação nacional, para acabar com as diferenças de salário na mesma função e com as diferenças e discriminações entre VR’s e benefícios. Seus empregados fazem o mesmo trabalho para o mesmo tomador de serviço, no caso a OI.

Exigimos respeito à dignidade dos Trabalhadores Telefônicos que no geral movimentam 5% do PIB nacional. Chega de tratarem a Categoria como escravos, feito as fazenda de coronéis do Brasil colonial.

 

 




Notícias Anteriores


Câmara aprova projeto de lei que proíbe altura mínima para vigilantes
O Presidente Luiz Carlos da Silva prestigiou a Posse do SINTACC - Rio do Sul.
Brasil é o quarto país em número de acidentes fatais no trabalho
Audiência no TRT-SC julga dissídio coletivo e põe fim à greve dos funcionários da ARM
Município de Içara é condenado por terceirização irregular
TRT-PR diz que é legítima a contribuição assistencial
Fevasc e diretores marcaram presença no Processo Eleitoral do SINVER Tubarão.
Confira nosso expediente
Prazo para quem ainda não sacou o PIS termina dia 30 de junho
Aumenta participação de mulheres no mercado de trabalho, constata IBGE

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38 39