Notícias


O presidente da FEVASC esteve presentena IX Jornada Nacional de Debates do DIEESE

28/04/2014

IX Jornada Nacional de Debates do DIEESE reúne centrais sindicais em Florianópolis




Na mesa (da esq. para dir.): Cleverson de Oliveira, Luiz Silva, Moacir Pedro Rubini, Ivo Castanheira e Orlando Soares Filho. Em pé, José Álvaro Cardoso.



O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em conjunto com as centrais sindicais, realizou nesta quinta-feira (24), em Florianópolis, a IX Jornada Nacional de Debates. Com o tema “Desafios e perspectivas das negociações em 2014”, a edição foi realizada simultaneamente nas 18 cidades onde o Dieese possui escritórios regionais. Nas demais capitais onde não há escritório regional, a jornada acontece entre os dias 6 e 16 de maio.

O evento foi realizado no auditório da FECESC, das 10h às 13h, e foi coordenada pelo economista e supervisor técnico do DIEESE em Santa Catarina, José Álvaro Cardoso. Ele abriu a Jornada destacando a importância de oferecer subsídios aos sindicatos filiados e ainda debater as tendências da economia para que as negociações nas bases sejam mais efetivas em prol dos trabalhadores. O coordenador da Direção Sindical do DIEESE em SC, Ivo Castanheira, que é diretor da FECESC, afirmou que é preciso se organizar cada vez mais e manter atualizado um levantamento das datas base dos sindicatos para que haja troca de informações. 

Em seguida, os cerca de setenta líderes sindicais presentes assistiram o vídeo com a fala do diretor técnico do DIEESE, Clemente Ganz Lúcio. Ele apresentou os principais indicadores da conjuntura nacional, os números acumulados desde 2003 e as perspectivas para esse ano. “Quase a totalidade das categorias conseguiram repor nos salários a inflação acumulada. A tendência para 2014 é termos uma ação sindical revigorada, uma inflação semelhante a de 2013 e uma evolução do salário mínimo real como tem ocorrido nos últimos anos”, afirmou Clemente, que finalizou alertando para as demandas que vem surgindo na sociedade e que o movimento sindical tem capacidade para atuar localmente, como os temas e mobilidade urbana, saneamento e educação.

Depois do vídeo, foi formada uma mesa de debates com o coordenador sindical do DIEESE, Ivo Castanheira, e os representantes das centrais sindicais: Cleverson de Oliveira, do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Joinville, que é também secretário de formação da CUT/SC; Luiz Silva, presidente da Fevasc e Moacir Pedro Rubini, diretor da Fetiesc ambos da UGT e Orlando Soares Filho, do Sindicato dos Servidores Municipais de Brusque, pela Força Sindical. Eles debateram as questões específicas de Santa Catarina de acordo com o cenário apresentado pelo DIEESE.

 

 

 

Fonte: FECESC.




Notícias Anteriores


UGT/SC entrega Pauta dos Trabalhadores Catarinenses aos Candidatos ao Governo
Plenária Estadual da FEVASC - 2014
CONSEQUÊNCIA DA OPOSIÇÃO À CONTRIBUIÇÃO DE SOLIDARIEDADE SINDICAL.
Câmara aprova projeto de lei que proíbe altura mínima para vigilantes
O Presidente Luiz Carlos da Silva prestigiou a Posse do SINTACC - Rio do Sul.
Brasil é o quarto país em número de acidentes fatais no trabalho
Audiência no TRT-SC julga dissídio coletivo e põe fim à greve dos funcionários da ARM
Município de Içara é condenado por terceirização irregular
TRT-PR diz que é legítima a contribuição assistencial
Fevasc e diretores marcaram presença no Processo Eleitoral do SINVER Tubarão.

Página: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 22 23 24 25 26 27 28 29 30 31 32 33 34 35 36 37 38